Marca De IMPACTO

Sua ID > Marca  > Marca De IMPACTO

Existe algum efeito hipnotizador para a marca tornar-se a queridinha do mercado? Não! Entretanto, muitos estudiosos estão difundindo os ensinos e conceitos de como conquistar e manter clientes, contudo o que adianta ir atrás destes métodos mirabolantes se a marca sequer foi registrada no INPI. Sendo assim, qual é a relevância para o empresário registrar a sua marca? Os dados apontam que apenas a minoria de empresas se preocupa em ter a propriedade de marca registrada!

No momento que você olha para a pessoa e os olhares se entrecruzam ocorre um impacto muito forte na comunicação visual, essa ilustração traz a compreensão de como uma marca de produto (™), e marca de serviço , faz interação com os clientes por meio da linguagem conativa, então entendemos que o papel da marca é ir de encontro com o cliente, e isso pode ocorre através dos 4 P’s do mix marketing criado por Philip Kotler: produto, praça, preço e promoção.
Muitos fazem a seguinte pergunta: Devo esperar a marca ficar famosa para registrar? Ou registro a marca para ficar famosa? Impreterivelmente deve registrar antes de ficar famosa! Porque uma boa marca logo é copiada, além disso, temos um mercado extremamente concorrido e rápido, e o empreendedor visionário, esse acredita na empresa e trabalha com o planejamento do negócio, mas também acredita na sua intuição.
Num passado não tão distante, quando na família nascia um bebê, na maioria dos casos passava-se algum tempo para que os pais fossem ao cartório fazer o registro de nascimento daquela criança, e isso trazia muitos transtornos para sociedade. De maneira análoga, quando uma ou mais pessoas civis criam uma empresa nasce a pessoa jurídica, sendo que essa passa a ter vida no momento do registro empresarial na Junta Comercial e na Receita Federal. Vale ressaltar que o registro da empresa em nenhum momento pode ser confundido com registro de marca no INPI. Com efeito, o sistema, os órgãos e a legislações trabalham da seguinte maneira “se dá pra complicar pra que simplificar”.
A marca tem a propriedade quando é registrada. É incontestável que a Constituição da República Federativa do Brasil 1988, comtemplou a proteção e registro da propriedade intelectual que compreende marcas, patentes e direitos autorais, portanto uma empresa que não registra a marca pode ser notificada por uso indevido da marca de terceiro e até mesmo perder a marca, ter que pagar indenizações, apreensão de mercadorias e etc.
Os dados apresentam que o número de marcas registradas é bem inferior ao quantitativo de empresas ativas, não devemos esquecer que somente pelo registro definitivo da marca a empresa alcança a sustentabilidade do negócio, mas caso não tenha a propriedade da marca estas ficam vulneráveis. Neste ponto temos muito que aprender com os orientais que não abrem um novo negócio sem primeiro registrar sua marca.
Além disso, cabe ressaltar que a empresa pessoa jurídica tem a obrigatoriedade fazer os registros contábeis regularmente, a contabilidade é composta dos ativos que são os bens e direitos, e o passivo que são as obrigações, sendo assim a marca faz parte dos ativos que são os bens e direitos. No momento que a empresa tem o registro definitivo da marca essa passa compor o ativo, pois é um bem que integra o patrimônio contábil da empresa, e esse tem valor econômico e comercial.
Outrossim, é necessário que antes de requerer o registro de marca realizar a busca no banco de dados de marcas do Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI para verificar se o nome está disponível, caso esteja desimpedido, a marca pode ser requerida por meio de processo de registro que pode levar de 1 a 2 anos, o tramite de registro de marca passa por várias etapas, e o por se tratar de um serviço especializado recomenda-se que seja realizado por um escritório na área.
Torna-se evidente que ao registrar uma marca® você terá exclusividade de uso da marca em todo Brasil assim podendo impedir que outros a utilizem, isto possibilita alugar a marca, ou mesmo, licenciar ou franqueá-la, e para outros casos podendo hipotecar a marca como ativo em garantia de empréstimo bancário. Paralelamente, os empreendedores devem seguir os estudos dos especialistas que após décadas chegaram ao segredo das marcas vencedoras são eles: marketing agressivo, produtos ou serviços com alta qualidade, preços competitivos, fidelização, pós venda, atendimento ao cliente de excelência. Somente assim, tirando as pedras do meio do caminho, pode-se ter uma marca de impacto.

João Rodrigues
No Comments

Post a Comment

Comment
Name
Email
Website

WhatsApp Chat
Enviar via WhatsApp